Chocolate hidrogenado

admin

30 de maio de 2016

Quem nunca experimentou um chocolate hidrogenado na vida? Este chocolate de alguma forma chega até nós, através de sorvetes, trufas ou coberturas de bolo, mas sua verdadeira identidade é facilmente percebida por nosso paladar. O hidrogenado não é igual ao chocolate fabricado com manteiga de cacau, e algumas dessas diferenças nós contamos pra você agora!

chocolate hidrogenado

O chocolate comum sempre foi muito atrativo para seus consumidores, contudo, ao longo do tempo, algumas modificações ocorreram e novas técnicas na produção de chocolates foram criadas, permitindo variações em sua composição. Algumas destas técnicas até contribuíram para aperfeiçoar ainda mais a receita do chocolate, já outras foram usadas para criar novos segmentos, de acordo com a necessidade do mercado.

Com certeza você já teve contato com o chocolate hidrogenado em algum momento de sua vida e deve ter percebido, claramente, algumas diferenças notáveis, como o cheiro, a textura e, principalmente, o sabor em comparação aos feitos com manteiga de cacau, considerado os autênticos chocolates.

O chocolate hidrogenado é feito com óleo vegetal hidrogenado, em substituição à manteiga de cacau, e tem em sua composição gordura hidrogenada, que são óleos hidrogenados de algodão, babaçu, palmiste e palmas, entre outros complementos. Este chocolate possui um aroma muito forte, devido a presença de gordura vegetal, permitindo que o paladar sinta nitidamente o gosto de margarina, ele também  alcança um ponto de derretimento superior ao chocolate fabricado com manteiga de cacau, por esse motivo  é geralmente  utilizado em confeitarias e sorveterias.

As modificações que ocorreram para o surgimento do chocolate hidrogenado surgiram com o intuito de baratear os custos de produção e negociações com empresas, o que alcançou vantagens também nas vendas, pois esses chocolates são mais resistentes e duradouros, podem ficar por mais tempo expostos nas prateleiras de supermercados.

Estudos recentes indicam que o uso da gordura hidrogenada nos alimentos é prejudicial a saúde – mais do que a gordura saturada, aquela de origem animal. Por isso, todo consumo deve ser moderado e alternado com alimentos mais saudáveis.

Publicidade