Rolha de vinho: conheça os principais tipos!

Artigos de vinhos Vinhos

admin

5 de fevereiro de 2016

Quando abrimos uma garrafa de vinho, a primeira coisa que fazemos é nos livrarmos da rolha. Claro que gesto é automático, porém, esquecemos que estes pequenos personagens são de extrema importância para nossas bebidas preferidas e, por isso, merecem uma atenção especial. Então, que tal conhecer os principais tipos de rolha de vinho e começar a prestar atenção nestes detalhes!

rolha de vinho

A rolhas são pequenos acessórios que acompanham o vinho desde seu surgimento. No entanto, apesar do seu pequeno tamanho e quase imperceptível estrutura, a rolha de vinho é fundamental para manter a qualidade da bebida e proporcionar os mesmos sabores que conquistaram o mundo pelo paladar.

A parceria entre a garrafa e a rolha de vinho é mais antiga do que podemos imaginar, e mesmo que o homem sempre tenha buscado maneiras diferentes de lacrar a bebida, as rolhas de cortiça foram as únicas que conseguiram oferecer as vantagens necessárias para o consumo.

A cortiça tem origem da casca de um carvalho, também conhecido pelo nome de Sobreiro, sendo bastante comum encontrá-lo no sul de Portugal. Assim, como diversas espécies de árvores importantes, o Sobreiro necessita de 25 anos para oferecer sua primeira safra de cortiça, e apenas pode ser útil para a colheita após 9 anos. Como percebeu, não é tão simples assim adquirir aquele pequeno pedaço de madeira para lacrar o tão adorado vinho.

Porém, assim como mostramos no artigo Garrafas e rolhas de vinho, apesar da rolha de cortiça nos oferecer diversas vantagens, ela pode liberar alguns fungos que comprometem a qualidade da bebida, conhecidos pelo nome de TCA. Contudo, já existem diversos estudos que tentam amenizar estes riscos – ainda que sejam poucos – então pode continuar comprando seus vinhos normalmente!

O mundo, com certeza, está mais moderno, assim como as preferências sobre o vinho,  por isso, o mercado está repleto de variedades. Agora que você já conheceu um pouco sobre a história da rolha de vinho, confira quais são os principais tipos que você pode encontrar por aí nas garrafas!

 

Rolha de aglomerado de cortiça

Esta rolha é muito comum de ser encontrada, além de ter um custo mais barateado para os produtores.  Para fabricar esta rolha, utiliza-se a cortiça moída juntamente com cola, sendo na realidade, uma aglomeração de restos das rolhas maciças. Além disto, seu tamanho é menor, assim como sua elasticidade e durabilidade.

Para não comprometer os aromas do vinho, devido à cola presente na rolha, muitos produtores adicionam uma parte de cortiça maciça no topo da rolha, assim a bebida ficará em contato com a melhor parte da madeira.

rolha de vinho

 Rolha de champagne

Esta rolha tem um formato diferenciado, semelhante a um cogumelo. Porém, esta característica tem um propósito, já que a parte de cima (a cabeça) não possui elasticidade e serve justamente para segurar o sacarrolhas com mais facilidade. Já a parte inferior, que fica dentro da garrafa, é fabricada de rolha maciça e, assim, consegue proteger melhor a bebida.

rolha de vinho

Rolha sintética

A rolha sintética sempre fez parte de um grande tabu entre os apreciadores de vinhos mais tradicionais. Apesar de oferecer algumas vantagens, como não transmitir TCA, são mais baratas, oferecem diferentes cores e formatos, contudo os mais experientes do assunto afirmam que sua durabilidade ainda não é confiável e, por isso, apenas 20% das garrafas de vinhos recebem este tipo de lacre.

tampa de rosca

Tampa de rosca

Também conhecida pelo nome “screwcap”, a tampa de rosca já é muito utilizada em outros tipos de bebidas, como sucos, cervejas e até água. Assim como as rolhas sintéticas, oferecem diversos benefícios como a reciclagem, contudo por serem metálicas cobertas internamente com plástico inerte, ainda não oferecem a devida segurança para os vinhos de guarda, mas já é comum encontrá-las em alguns vinhos brancos, por exemplo.

rolha de vinho

Rolha de vidro

Apesar de ser pouco utilizada, a rolha de vidro é muito útil para vedar bebidas que já foram abertas. feita de silicone, as rolhas de vidro não tem sabor, cheiro e ainda impedem que os vinhos tenham contato com o oxigênio, mas não existem provas sobre sua eficácia.

rolha de vinho

Reconhece pelo menos alguma rolha de vinho, certo? Então, antes de abrir aquela velha e boa garrafa de vinho repare melhor neste grande acessório tão necessário para nossas bebidas! E, se você não sabe o que fazer depois com elas, saiba que muitas pessoas adoram colecionar estas rolhas, mas isto já é assunto para outro artigo!                              ;)

Publicidade